McAfee lança ferramenta gratuita para remover a ameaça DNSChanger e manter os usuários conectados à Internet

Um corte de acesso DNS, que acontecerá no próximo dia 9 de julho pelo FBI, fará com que usuários com computadores infectados por este cavalo de Troia percam acesso à Internet

São Paulo, 05 julho de 2012 – A McAfee anuncia a disponibilidade de uma ferramenta gratuita para auxiliar os usuários a identificarem se estão infectados pelo cavalo de Troia denominado DNSChanger, de modo a ajudá-los a permanecerem conectados após a ação que o FBI (Federal Bureau of Investigation) fará de desligar os servidores de DNS (Domain Name System) na próxima segunda-feira, dia 9 de julho. Após esta data, todos os computadores infectados por esse malware não poderão acessar sites, e-mails, bate-papos ou redes sociais. O DNSChanger é um cavalo de Troia criado por cibercriminosos para redirecionar o tráfego de Internet de usuários infectados para sites em que os golpistas lucram com propagandas.

A nova ferramenta desenvolvida pela McAfee, disponível no site da empresa (www.mcafee.com/dnscheck), ajudará os usuários, tanto consumidores como funcionários em redes corporativas, a identificarem se foram afetados pela ameaça. Se seus computadores estiverem contaminados pelo DNSChanger, a solução gratuita disponibilizada pela McAfee agirá sobre esta ameaça.

O Domain Name System (Sistema de Nome de Domínio), ou DNS, converte nomes de sites em endereços de protocolo de Internet (IP – Internet Protocol) que os computadores usam para conversar entre si. Quando os usuários digitam o nome de um site em seus navegadores, seus computadores entram em contato com os servidores DNS e, caso os equipamentos tenham configurações incorretas de DNS para os servidores, ação esta causada pelo malware, não poderão acessar sites, enviar e-mails ou usar serviços de Internet.

“Identificar e alterar essas configurações manualmente pode ser uma tarefa difícil”, afirma Vincent Weafer, vice-presidente sênior do McAfee Labs. “Ao fornecer uma ferramenta gratuita que os orienta em todo o processo de remoção do DNSChanger, auxiliamos os usuários a ajustarem suas configurações e a permanecerem conectados. Isso é parte do foco contínuo da McAfee em proteger e liberar os consumidores para que possam experimentar com segurança o que a Internet tem a oferecer.”

Os usuários – consumidores e funcionários - poderão verificar se os computadores estão infectados com o cavalo de Troia DNSChanger ao visitar mcafee.com/dnscheck e clicar no botão para esta verificação. Caso o malware esteja ativo, o site da McAfee oferecerá uma solução gratuita para restaurar suas configurações de Internet.

  1. Ir para: www.mcafee.com / dnscheck
  2. Clicar no botão “Check Now” (que em português significa “Verificar Agora”) para identificar se o computador foi infectado pelo DNSChanger
  3. Se o computador estiver infectado, o site “levará” de forma transparente o usuário através de um processo que oferecerá uma solução gratuita para remoção do DNSChanger e atualizará as configurações de Internet
  4. Se o computador não estiver infectado, o usuário receberá automaticamente a mensagem em sua tela “Congratulations, you are OK”(que em português significa “Parabéns! Você está bem” e nenhuma ação adicional será necessária. As configurações de Internet do computador estarão atualizadas.

Servidores DNS desconectados pelo FBI
No dia 9 de julho, os sistemas que ainda se encontrarem infectados pelo cavalo de Troia DNSChanger serão desconectados do resto da Internet e estima-se que uma porcentagem significativa de empresas da lista Fortune 500 e de agências federais dos Estados Unidos ainda estarão infectados. Em resposta a esta ação do FBI, a McAfee disponibiliza imediatamente a ferramenta gratuita para combater o DNSChanger em seu site mcafee.com/dnscheck, com a qual os usuários domésticos e corporativos poderão identificar se suas máquinas foram afetadas pelo malware e, dessa forma, a própria ferramenta acionará uma solução gratuita.

Organizações ainda infectadas poderiam sofrer grande impacto pela interrupção, já que os funcionários que utilizam roteadores e computadores infectados podem, literalmente, ficar “no escuro” na Internet. Além disso, com o DNSChanger ativo no ambiente corporativo, as organizações correm riscos com a vulnerabilidade de terem dados e informações de propriedade roubados.

Sobre a McAfee
A McAfee, uma subsidiária pertencente à Intel Corporation (NASDAQ:INTC), é a maior empresa do mundo dedicada à tecnologia de segurança. A empresa provê soluções proativas e com qualidade comprovada, além de serviços que ajudam a manter sistemas, redes e dispositivos móveis protegidos mundialmente, permitindo aos usuários conectarem-se à Internet, navegarem e realizarem compras pela Web com segurança. Apoiada pelo incomparável centro Global Threat Intelligence, a McAfee desenvolve produtos inovadores que capacitam os usuários domésticos, as empresas dos setores público e privado e os provedores de serviços, permitindo-lhes manter a conformidade com as regulamentações de mercado, proteger dados, prevenir interrupções, identificar vulnerabilidades e monitorar continuamente dados, além de incrementar a segurança. A McAfee protege o mundo digital. A empresa mantém o foco total e constantemente direcionado para proporcionar novas maneiras de manter os clientes seguros. Para mais informações, visite http://www.mcafee.com/br.

NOTA: McAfee e o logotipo da McAfee são marcas comerciais, registradas ou não, da McAfee, Inc. ou de suas subsidiárias nos Estados Unidos e em outros países. Outras marcas podem ser de propriedade de terceiros.