Português

Consumer Português

9 tipos de hackers e as suas motivações

Desde ataques de ransomware incapacitantes que pararam empresas e cidades até fugas de dados massivas que revelaram as informações de milhões de clientes, os ciberataques são notícia ultimamente, mas raramente ouvimos falar sobre os próprios hackers.  Claro que muitos deles ocultam as suas identidades porque realizam atividades ilegais, mas ficaria surpreendido ao descobrir que nem todos os hackers são vilões. No mundo cada vez mais tecnológico em que vivemos, existem hackers de todos os tipos.  Esta é uma amostra do que fazem e porque o fazem:  Hackers de chapéu branco: estes são os heróis, peritos de segurança informática especializados em testes de infiltração e outras metodologias para garantir que os sistemas de uma empresa são seguros. Estes profissionais de TI apoiam-se num arsenal tecnológico para combater os hackers “maus”.  Hackers de chapéu preto: estes são os vilões, geralmente conhecidos apenas como hackers. O termo é geralmente utilizado para os hackers que se infiltram em redes ou computadores ou criam vírus informáticos. Os hackers de chapéu preto superam tecnologicamente os hackers de chapéu branco. Costumam encontrar o ponto de menor resistência, quer seja devido a erro humano ou desleixo, ou uma nova forma de ataque. Os hackers puristas usam o termo “crackers” para se referirem aos hackers de chapéu preto. A motivação dos hackers de chapéu preto é ganharem dinheiro.  Hackers de chapéu cinzento Estes hackers não utilizam as suas habilidades para ganho pessoal, mas não operam com total integridade. Por exemplo, um hacker que se infiltra no sistema de uma empresa para revelar a sua vulnerabilidade e publica-a na Internet, pode estar a fazer algo bom para os clientes da empresa, mas também estão a comprometer um sistema sem permissão.  Se o ...

Consumer Português

15 sugestões para uma melhor segurança das senhas

Apesar das inovações, como as impressões digitais e o reconhecimento facial para iniciar sessão nos seus dispositivos, as senhas ainda predominam para iniciar sessão nas suas contas. Não é de admirar que muitos usuários da Internet declarem ter “fatiga de senhas”, em que um funcionário comum gasta cerca de 10 horas por ano apenas a iniciar sessão nas suas contas.  Mas como uns alarmantes 81% das fugas de dados ainda são causadas por hackers que aproveitam senhas fracas ou reutilizadas, temos de encontrar uma melhor forma de tornar as senhas mais seguras.  Primeiro, aprenda como e porquê os hackers têm sucesso em adivinhar as senhas.  Como os hackers obtêm acesso:  Ataques de dicionário  É quando um atacante utiliza um script que é executado com as palavras do dicionário, combinando-as com números e outras variações até descobrirem a senha. Por isso é muito importante ter uma senha complexa que não possa ser adivinhada numa fração de segundo utilizando ferramentas de descodificação como John the Ripper transferidas da Internet.   Para impedir os ataques de dicionário, evite combinações de teclas consecutivas, como “qwerty” ou “asdfg”. Não utilize palavras do dicionário, termos de gíria, erros ortográficos comuns ou palavras escritas inversamente.    Decifrar perguntas de segurança  Quando clica numa ligação de “Palavra-passe esquecida”, tem de responder a uma pergunta ou a uma série de perguntas. Evite respostas que utilizem nomes de familiares ou animais de estimação e outras informações que podem ser encontradas no seu perfil de redes sociais. Lembre-se, as respostas não têm de ser verdadeiras, apenas algo que memoriza, por isso escolha respostas aleatórias que enganem os hackers.   Palavras-passe simples e reutilização ...

Português

Previsões do McAfee Labs sobre ameaças em 2019

Estas previsões foram escritas por Eoin Carroll, Taylor Dunton, John Fokker, German Lancioni, Lee Munson, Yukihiro Okutomi, Thomas Roccia, Raj Samani, Sekhar Sarukkai, Dan Sommer e Carl Woodward. Com o encerramento de 2018, devemos ser gratos pelo ano não ter sido inteiramente dominado pelo ransomware, embora a ascensão do GandCrab ...

Português

Culturas de Prevenção e Tendências de Ameaças

Atualmente, o cibercrime movimenta mais dinheiro que o 28º maior país do mundo, a África do Sul. O montante representa 0,8% do PIB norte-americano e, estima-se ainda que esta modalidade criminosa já seja mais lucrativa que o narcotráfico. No entanto, esses números consideram somente os eventos documentados, pois não são ...

Português

Proteja O que Mais Importa: Detalhes sobre a nova linha de Consumer da McAfee

Na McAfee, sempre queremos saber como podemos continuar a inovar para melhor proteger os consumidores em todos os lugares. Seja no trabalhando para proteger melhor o lar, ou aumentar os benefícios como anti-vírus, nosso objetivo é fornecer a melhor proteção possível. Para esse fim, hoje estamos anunciando a nossa nova ...

Português

A segurança da informação está em alerta vermelho

Quando ocorreu o ataque do WannaCry, tive interesse em iniciar uma investigação  para saber a sua origem e como o ataque foi desenvolvido. O que encontrei foi que a exploração usada remonta os vazamentos de informações de um grupo hacker que aconteceram no ano passado e neste ano. Foram cinco ...

Português

Integração de contramedidas na segurança é inevitável

Estamos acompanhando a transformação digital e assistindo cada vez mais coisas serem conectadas. Essa evolução cria ambientes bastante heterogêneos, formados por diversas tecnologias, com diversas funções desenvolvidas por diversos fabricantes. O ambiente de segurança também é bastante diversificado. Atualmente são necessários muitos consoles para gerenciar diversas funcionalidades. Esse cenário acaba ...

Português

Cinco dicas para se defender dos Ransomware

A possibilidade de sofrer uma taque de ransomware, que é quando o seu aparelho é infectado com um malware que bloqueia suas informações pessoais e pede por dinheiro para liberá-las, é uma ameaça assustadora para a maioria das pessoas. E esses ataques têm aumentado, com quase 9 milhões de incidentes ...

Português

Cibersegurança 101: Principais aprendizados do nosso estudo sobre Volta às Aulas!

Pais e seus filhos estão começando a se preparar para retornar às aulas. Claro, a primeira tarefa de trabalho de casa estão como principais preocupações, no entanto, esses jovens também estarão pensando nos seus dispositivos – quais dispositivos podem trazer para a aula, o que eles vão publicar sobre eventos ...

Português

Precisamos automatizar a defesa contra ameaças cibernéticas

Em um momento de crescente complexidade de TI, as empresas e agências governamentais estão, continuamente, sendo requisitadas a fazer mais com menos, dispõem de orçamentos menores, tempo reduzido e menos mão de obra disponível. Os profissionais de segurança cibernética enfrentam a desafiadora tarefa de aumentar a proteção, aumentar a capacidade ...

Subscribe to McAfee Securing Tomorrow Blogs