Trabalhando de casa? 5 dicas para manter-se em segurança

By on Mar 07, 2020

Segundo a OWL Labs, 52% dos funcionários trabalham de casa (home-office) pelo menos um dia da semana. Nos EUA, 4,7 milhões de funcionários passaram a trabalhar de casa mais da metade do tempo, tendo essa modalidade de trabalho crescido em 173% desde 2005.

Trabalhar de casa – uma nova realidade

Fica evidente que trabalhar de casa se tornou uma nova realidade para muitas pessoas, já que diversas empresas têm encorajado, e até mesmo pedido que seus funcionários trabalhem remotamente. Na verdade, eventos recentes têm acelerado esta tendência dde home-office, ou processo de transformação da força de trabalho, com as empresas restringindo as viagens dos funcionários, e muitas alocando mais recursos para viabilizar o trabalho virtual. Grandes empresas de tecnologia, como Twitter e LinkedIn, foram ainda mais longe implementando políticas que exigem que todos os funcionários trabalhem de casa. Trabalhar de casa obviamente deixou de ser apenas uma iniciativa para aproveitar talentos globais, e se tornou também uma forma de proteger os funcionários contra riscos.

Maiores riscos contra a segurança

 Na McAfee, temos seguido de perto esta tendência, observado aumentos massivos no número de dispositivos pessoais conectados online. Embora trabalhar de casa ofereça benefícios para os funcionários, este aumento no número de dispositivos pessoais conectados a empresas pode acabar expondo essas organizações e sua equipe a riscos contra a segurança, como ataques de malware, roubo de identidade, e ransomware. Com o mundo encarando esta nova realidade, a dúvida permanece – como empregadores e funcionários podem se equipar com os recursos necessários para trabalhar de casa, seja meio período ou período integral, de forma segura?

Trabalhando de casa com segurança

Os empregadores não precisam apenas educar seus funcionários com relação às melhores práticas para a segurança digital, mas fornecer a eles as ferramentas necessárias para combater ameaças online que podem se originar do trabalho remoto. Com muitos de nós dependendo de e-mails e da rede para trabalhar remotamente, precisamos ter consciência dos indícios-chave do surgimentos de ameaça. A partir daí, poderemos localizar, marcar e reportar qualquer coisa que pareça suspeita. Compartilhando a responsabilidade e encorajando outras pessoas a marcar qualquer coisa que pareça perigoso, todos nós poderemos naturalmente gerar consciência e ajudar outras pessoas a evitarem armadilhas semelhantes, Sendo honestos uns com os outros, poderemos estar um passo à frente dos hackers.

Dicas para proteger seus dados pessoais e corporativos

 Quer garantir que seu trabalho de casa será feito de forma segura? Aqui temos cinco dicas rápidas e ferramentas que você pode utilizar para proteger dados pessoais e corporativos:

Utilize uma VPN

Muitas pessoas utilizam Wi-Fi público em restaurantes, aeroportos, etc., para permanecerem conectados para fins profissionais e pessoais. No entanto, conectar-se a redes Wi-Fi não seguras pode gerar uma brecha fácil para que hackers acessem suas informações e dados pessoais. Certifique-se de utilizar uma rede virtual particular (VPN), o que é  de extrema importância para estabelecer uma conexão segura para trabalhar em arquivos e visualizar fotos pessoais salvas na nuvem.

Tenha cuidado com e-mails de phishing.

Nós vimos hackers tentarem tirar vantagem dos medos das pessoais fingindo vender máscaras online para enganar pessoas desavisadas e fazê-las informar os detalhes do seu cartão de crédito. Não abra anexos de e-mail ou clique em links que pareçam suspeitos.

Troque regularmente as senhas da nuvem com autenticação por dois fatores.

A autenticação por dois fatores é uma forma mais segura de acessar aplicativos relacionados ao trabalho. Além do combo senha/nome de usuário, você receberá uma solicitação para verificar quem você é em um dispositivo única e exclusivamente seu, como um celular. Simplificando: são utilizados dois fatores para confirmar uma identidade. Em última instância, conseguir acesso a algo supostamente confidencial não é tão difícil para os hackers nos dias de hoje. Mas uma segunda forma de identificação limita o raio de ação dos hackers.

Utilize senhas fortes e exclusivas.

Caso um hacker consiga, de fato, acesso a uma de suas contas, certifique-se de utilizar senhas complexas para todas as suas outras contas, e jamais reutilize suas credenciais em diferentes plataformas. Outra boa ideia é atualizar consistentemente suas senhas para garantir ainda mais proteção para os seus dados. Você também pode utilizar um gerenciador de senhas, ou uma solução em segurança que inclua um gerenciador de senhas, para monitorar todas as suas senhas exclusivas.

Navegue com proteção ativada

Certifique-se de continuar atualizando suas soluções em segurança em todos os seus dispositivos. Isso ajudará a proteger os dispositivos contra malwares, ataques de phishing e outras ameaças, bem como a identificar sites maliciosos durante a navegação.

Mantenha-se atualizado(a)       

Para saber as notícias  McAfee em primeira mão e conhecer as ameaças mais recentes para consumidores e segurança móvel, siga @McAfee_Home no Twitter, escute nosso podcast Hackable?, e ‘curta’ nossa página noFacebook.

 

About the Author

Judith Bitterli

Judith Bitterli currently serves as Vice President of Consumer Marketing at McAfee. She is a passionate advocate for online security, family safety and safeguarding our digital experiences. She has been in the security space for eight years and technology for over thirty years. She brings to her work a fundamental belief that online security is ...

Read more posts from Judith Bitterli

Categories: Português

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Subscribe to McAfee Securing Tomorrow Blogs