5 maneiras de proteger sua privacidade online

Quando você abre seu notebook ou seu dispositivo móvel, qual é a primeira coisa que faz? Você acessa sua plataforma de redes sociais favorita para dar uma olhada nas últimas notícias ou faz sua compra online semanal no supermercado?

Independentemente de quais sejam seus hábitos diários na Internet, até mesmo o menor grau de cautela pode ajudar muito a manter sua segurança online.  Isso porque os hackers são especialistas em esconder malware em suas rotinas online diárias ou até mesmo em se infiltrar em seus cookies para roubar informações de login e conhecer suas preferências pessoais.

De acordo com uma pesquisa da StatsCan sobre o uso da Internet no Canadá, seis em cada dez usuários da Internet informaram ter sofrido um incidente de segurança cibernética. Há muitos obstáculos a serem superados ao navegar no cenário digital. Ao tomar as medidas necessárias para remediar as vulnerabilidades em sua atividade digital, você pode melhorar drasticamente sua proteção online. 

Três ameaças online para ficar de olho 

Os cibercriminosos tiram proveito dos usuários online de um jeito cotidiano que pode ser bastante inesperado. Veja as três maneiras comuns pelas quais os cibercriminosos espionam os usuários na Internet. 

1. Adware 

O adware, ou software com suporte de publicidade, gera anúncios na interface do usuário do dispositivo de uma pessoa. Na maioria das vezes, o adware é empregado para gerar lucro ao desenvolvedor, exibindo anúncios personalizados pagos por terceiros a usuários online desavisados. Esses terceiros geralmente pagam por visualização, clique ou instalação de aplicativos.

Embora nem sempre seja maligno, o adware se torna perigoso quando é baixado sem o consentimento do usuário e com intenções maliciosas. Nesse caso, o adware fica conhecido como um aplicativo potencialmente indesejado (PUA, nas siglas em inglês) que pode permanecer sem ser detectado nos dispositivos dos usuários por longos períodos de tempo.

De acordo com um relatório do Cybersecure Policy Exchange, um vírus de computador ou malware instalado ou baixado de forma não intencional é um dos  cinco principais crimes cibernéticos  sofridos pelos canadenses. O PUA pode então criar problemas como travamentos frequentes e desempenho lento. Os usuários baixam, sem saber, algum adware em seus dispositivos quando fazem download de um programa gratuito suportado por anúncios ou visitam um site não seguro sem o Hypertext Transfer Protocol Secure (HTTPS) para criptografar a comunicação online. 

2. Malvertising 

Os hackers também usam táticas invasivas conhecidas como injeções de anúncios, em que injetam propagandas com código malicioso para aumentar seus lucros. Essa é uma prática conhecida como “malvertising” (publicidade maliciosa).

Se um usuário clicar em um anúncio aparentemente legítimo e bem posicionado, ele corre o risco de se expor a várias ameaças online. Esses anúncios podem estar infectados com malware, como vírus ou spyware. Por exemplo, os hackers podem explorar as vulnerabilidades do navegador para fazer download de malware, roubar informações sobre o sistema do dispositivo e obter controle sobre suas operações. Os hackers também podem usar a malvertising para executar golpes de suporte técnico, roubar dados de cookies ou vender informações para redes de anúncios de terceiros.

3. Preenchimento automático

Outra vulnerabilidade que muitos podem não perceber são as funções de preenchimento automático incorporadas ao navegador. Por mais tentador que seja usar a função de preenchimento automático do navegador para um formulário longo, esse atalho pode não ser seguro. Os cibercriminosos descobriram maneiras de capturar credenciais inserindo campos de login falsos num site que os usuários não podem ver.

Portanto, quando você aceita a opção de preenchimento automático do seu nome de usuário e senha, também está preenchendo esses campos falsos.

Dicas para repensar seus hábitos online

Adote uma abordagem proativa para sua proteção digital na próxima vez que você estiver navegando na Internet, reavaliando seus hábitos online. Confira estas cinco dicas para garantir sua segurança online.

1. Limpe os cookies do navegador

Os dados dos cookies podem conter qualquer coisa, desde informações de login até números de cartão de crédito. Os cibercriminosos que desejam explorar essas informações podem sequestrar sessões do navegador para se passar por usuários legítimos e roubar cookies à medida que eles trafegam por redes e servidores.

Como resultado, é essencial que os usuários da Internet limpem regularmente seus cookies para proteger melhor suas informações contra o uso indevido. Navegue até o histórico do navegador, onde você pode limpar os dados associados a cada sessão do navegador, inclusive os cookies.   

2. Use um gerenciador de senhas confiável 

A limpeza dos cookies do navegador também removerá seus logins salvos, razão pela qual o uso de um gerenciador de senhas  pode facilitar o acesso a contas online visitadas regularmente. Muitos navegadores vêm com um gerador e um gerenciador de senhas embutidos; no entanto, é melhor confiar seus logins e senhas a um gerenciador de senhas confiável.

Os gerenciadores de senhas dos navegadores não são tão seguros quanto os gerenciadores de senhas, pois qualquer pessoa que tenha acesso ao seu dispositivo também terá acesso às suas informações online. Um gerenciador de senhas  oferece uma solução mais segura, pois exige que você faça login com uma senha mestra separada. Um gerenciador de senhas também funciona em vários navegadores e pode gerar senhas mais fortes do que as criadas pelo seu navegador.

3. Ajuste as configurações de privacidade do navegador

Além de limpar os cookies, os usuários devem ajustar as configurações do navegador para garantir que suas sessões online continuem privadas.

Outra opção  é acessar a Internet no modo de navegação privada (janela anônima) para bloquear automaticamente o rastreamento de terceiros, o que é uma alternativa rápida e fácil para garantir a privacidade da navegação.

Os usuários também podem ativar a função “não rastrear” do navegador para evitar o rastreamento de terceiros por anunciantes e sites. Além disso, você pode ajustar as configurações do navegador para bloquear anúncios pop-up e controlar as permissões do site, como o acesso a câmeras e localização.

4. Use um bloqueador de anúncios 

Os bloqueadores de anúncios suprimem anúncios indesejados e potencialmente mal-intencionados para garantir uma experiência de navegação mais segura. Os bloqueadores de anúncios também podem facilitar a visualização do layout da página, removendo anúncios que distraem e otimizando a velocidade de carregamento da página. Além disso, eles impedem que os sites rastreiem suas informações que podem ser vendidas por terceiros.  

5. Utilize uma solução de segurança respeitável 

A implantação de uma solução de segurança como o McAfee+ Ultimate  garante a experiência de navegação mais segura na Internet através de uma abordagem holística de detecção, proteção e correção de ameaças. Equipado com um gerenciador de senhas, software antivírus e proteção por firewall, os usuários podem evitar as ameaças digitais de maneira eficaz enquanto navegam na Internet. Além disso, inclui proteção abrangente de privacidade e identidade, monitoramento da dark web e de crédito, além de maneiras para bloquear ou congelar rapidamente seu histórico de crédito e evitar que contas sejam abertas em seu nome.

Tome medidas para garantir uma navegação segura

Seu comportamento online pode dizer muito sobre você, portanto, garanta que sua Internet esteja protegida.

Seja por meio de malvertising (publicidade maliciosa) ou de formulários invisíveis, os hackers podem coletar informações para criar uma imagem de quem você é através de táticas enganosas. Os cibercriminosos estão sempre à procura de vulnerabilidades, e é por isso que avaliar seus hábitos online o quanto antes é um primeiro passo fundamental para uma navegação online mais inteligente.

FacebookLinkedInTwitterEmailCopy Link

Mantenha-se atualizado

Siga-nos para se manter atualizado sobre a McAfee e ficar por dentro das mais recentes ameaças à segurança móvel e do consumidor.

FacebookTwitterInstagramLinkedINYouTubeRSS

Mais De Dicas e truques de segurança

Back to top