É o Dia Mundial do Backup! Veja como pode proteger os seus ficheiros

Vamos jogar um jogo. Abra a aplicação Fotos no seu telefone e veja o número total de vídeos e imagens no seu dispositivo: todas essas recordações valiosas das férias em família, vídeos do seu concerto favorito e os inúmeros instantâneos do seu animal de estimação. Em seguida, abra o seu computador portátil ou de secretária e veja quantos documentos guardou. Talvez todos os relatórios de investigação que conservou para defender a sua tese de pós-graduação ou uma apresentação de diapositivos importante que vai apresentar ao seu chefe na segunda-feira. Se tentasse adivinhar, diria que são milhares de dados? Agora imagine se todos estes dados desaparecessem de repente. O que faria?

Pode estar a refletir: “Isso nunca me aconteceria.” No entanto, esta situação é mais comum do que pensa. Mais de 60 milhões de computadores irão falhar em todo o mundo este ano. Além disso, perdem-se ou são roubados mais de 200 000 smartphones todos os anos. Por isso estamos a celebrar o Dia Mundial do Backup! Indicamos como pode criar cópias de segurança dos seus ficheiros e ter a tranquilidade de saber que os seus dados estão sãos e salvos.

O que são cópias de segurança e por que são importantes?

Uma cópia de segurança é uma cópia separada dos seus ficheiros e informações digitais importantes e sentimentais. O armazenamento de todos estes dados num único local, como um computador pessoal ou smartphone, pode não ser seguro. A criação de outra cópia desses dados como backup garante que os seus dados são guardados em segurança noutro local em caso de roubo ou falha do seu dispositivo.

É importante reconhecer que a perda de dados não é algo que apenas acontece a grandes empresas ou a vítimas incautas em filmes de espionagem. Todos podem sofrer a perda ou roubo de dados e a cópia de segurança é um modo fácil de proteger todas as suas informações e evitar que os cibercriminosos levem o que não lhes pertence.

Tutorial de armazenamento de dados

Os dados são um dos bens mais importantes do mundo moderno. Como ilustrámos anteriormente, as pessoas reúnem inúmeros ficheiros que contêm informações valiosas que querem manter em segurança. Felizmente, existem duas formas fáceis e baratas de armazenar os seus dados e as suas importantes cópias de segurança.

Armazenamento na nuvem

Apesar de “a nuvem” ter se tornado uma palavra de moda nos últimos anos, a sua definição ainda é nebulosa para algumas pessoas. A nuvem existe em centros de dados remotos a que se pode aceder através da Internet. Quaisquer dados que tenha carregado na nuvem existem em servidores dedicados e unidades de armazenamento alojados em armazéns longínquos, muitas vezes situados em complexos cheios desses armazéns. Os centros de dados são propriedade de fornecedores de serviços na nuvem, que são responsáveis por manter os servidores em funcionamento.

Para manter os seus dados fisicamente seguros contra roubo e destruição, e para ter a certeza de que estão disponíveis sempre que quiser aceder aos mesmos, os centros de dados utilizam sistemas de refrigeração extensivos para evitar o sobreaquecimento dos sistemas eletrónicos e têm pelo menos um gerador de reserva em caso de falhas de energia. Mas como garantem que estes dados estão seguros no ciberespaço? Os sistemas de nuvem utilizam processos de autenticação, como nomes de utilizador e palavras-passe, para limitar o acesso e encriptação de dados para proteger os dados contra roubo ou interceção. No entanto, é importante lembrar que as palavras-passe podem ser pirateadas. Normalmente, o fornecedor de serviços detém as chaves de encriptação dos seus dados, o que significa que algum empregado desonesto poderia, teoricamente, aceder aos mesmos. Da mesma forma, os seus dados poderiam também ser potencialmente pesquisados e apreendidos por entidades governamentais.

Isto levanta a questão: confiar ou não confiar? Como as empresas de armazenamento na nuvem sobrevivem segundo a sua reputação, pode ter a certeza de que se esforçam ao máximo por utilizar as técnicas de segurança mais avançadas e fornecer o serviço mais fiável possível. Para ajudar a garantir a segurança dos seus dados, caso opte por armazená-los ou criar a sua cópia de segurança na nuvem, mantenha quaisquer dados verdadeiramente confidenciais numa nuvem privada protegida por uma firewall.

Disco rígido externo

Com um disco rígido externo, pode criar manualmente uma cópia de segurança de todos os seus dados e ficheiros para um dispositivo físico ao qual pode aceder em qualquer momento. Estas unidades são uma forma fiável de conseguir a redundância de dados. Um disco rígido externo não depende do acesso à Internet como os serviços baseados na nuvem. É uma solução fácil de transferir dados para um novo dispositivo. No entanto, a utilização de discos rígidos externos requer uma abordagem mais prática para criar uma cópia de segurança dos seus dados. É sua responsabilidade criar regularmente cópias de segurança e guardar o seu disco rígido num local seguro. Enquanto as soluções de nuvem oferecem enormes quantidades de armazenamento, o espaço de armazenamento em discos rígidos é limitado e poderá ser necessário comprar mais do que um dispositivo. Procure um disco externo com pelo menos um terabyte de espaço para alojar todos os seus dados, que costumam acumular-se rapidamente.

Comece a sua limpeza digital de primavera

Quando limpar a sua garagem e arrumar a sua casa, tenha o mesmo cuidado de fazer alguma limpeza digital de primavera neste Dia Mundial do Backup. Dê aos seus dispositivos, aplicações e contas online uma boa limpeza e ganhe tranquilidade ao saber que todos os seus dados valiosos estão armazenados num local seguro… E que tem uma cópia de segurança no caso de algo correr mal. Lembre-se: seja proativo para reforçar a sua cibersegurança e proteger as suas informações.

FacebookLinkedInTwitterEmailCopy Link

Mantenha-se atualizado

Siga-nos para se manter atualizado sobre a McAfee e ficar por dentro das mais recentes ameaças à segurança móvel e do consumidor.

FacebookTwitterInstagramLinkedINYouTubeRSS

Mais De Segurança da Internet

Back to top