Por que tirar o celular do seu filho adolescente já não funciona

Se você é pai ou mãe de um adolescente, conhece o desafio de estabelecer limites e fazê-los arcar com as consequências. Você se esforçou muito para estabelecer regras básicas, mas a natureza humana e o caminho, às vezes difícil, para a maturidade garantem que seu filho vai fazer de tudo para extrapolar os limites acordados. Se você é como muitos pais, seu primeiro instinto é restringir o que seus filhos mais amam, que é a comunicação com os colegas e a dependência que têm de seus telefones.

A perda da dinâmica familiar

Há alguns problemas em tirar o telefone do seu filho adolescente, o primeiro dos quais você conhece bem: tirar o telefone dele é difícil para você também, pois você se tornou tão dependente da comunicação instantânea via telefone quanto ele. Além disso, se o seu filho adolescente dirige um veículo ou está fora de casa durante o dia, o telefone adiciona uma camada de segurança à dinâmica familiar.

Uma rede de comunicação alternativa com seu filho adolescente

O segundo obstáculo, que você pode ou não perceber, é que, com ou sem o telefone, a maioria dos adolescentes criou uma rede de comunicação alternativa que garante que não haverá quase nenhum contratempo se alguém ficar sem o telefone. Para esclarecer: esta publicação não é do tipo “nós contra eles”, nem uma estratégia como “eles são mais espertos que nós”, é simplesmente uma dose de realidade que pode influenciar e informar as decisões cotidianas dos pais.

Algumas maneiras pelas quais as crianças podem manter sua vida social sem seus telefones incluem:

Laptop ou PC

Como as escolas agora exigem que as crianças estejam online para receber tarefas por meio de plataformas internas de tarefas e e-mail, seu filho provavelmente pedirá que você faça login no laptop dele ou no PC da família para fazer a lição de casa. Ao fazer isso, eles também acessam discretamente seus aplicativos favoritos, como TikTok, X (ex-Twitter) ou Instagram, e conversam com os amigos sem parar. Solução: monitore o tempo de lição de casa.

Dica profissional da McAfee: Nossos filhos, que cresceram na era digital, estão profundamente imersos na cultura dos smartphones. Mesmo que você deseje se desconectar e voltar a um estilo de vida mais simples, seria um grande desafio conseguir isso e, ao mesmo tempo, garantir que seu filho continue academicamente competitivo com seus colegas.

Ipad e tablets

As crianças também serão solicitadas a ler ou fazer uma tarefa por meio do iPad ou tablet; você não pode impedir que elas aprendam, certo? Errado. Eles podem baixar novamente seus aplicativos sociais favoritos, bem como aplicativos de bate-papo que eles esperam que você desconheça, como o Kik Messenger. Solução: monitore a lição de casa e o tempo de TV.

Telefones e iPods emprestados

Detesto fazer parecer que seus filhos fazem parte da máfia tecnológica dos adolescentes, mas eles guardam os telefones antigos por algum motivo. Embora o iPhone e o Android antigos possam estar sem serviço telefônico, os aplicativos sociáveis e de mensagens de texto ainda podem ser usados— e você pode apostar que são. Solução: 1) Se você está restringindo seu smartphone, precisa tirar o iPod (música) também. 2) Seja franco. Pergunte aos seus filhos se eles pegaram um telefone emprestado. 3) Verifique se há telefones alheios nas mochilas.

Sistemas de jogos e TV

Os sistemas de jogos têm bate-papo e mensagens que as crianças usam o tempo todo. Além disso, as redes sociais e a televisão agora se sobrepõem, portanto, todos os aplicativos que você obtém no seu telefone podem ser facilmente acessados na maioria das TVs. Solução: 1) Acesse as configurações de rede da TV e proteja-a com senha 2) Monitore os aparelhos 3) Retire todos os aparelhos, além do telefone.

Mensagens privadas

Tudo parece calmo no universo das publicações. Você deu uma olhada e seu filho não está postando no Facebook, Instagram ou X (ex-Twitter), e você tem o telefone dele, então o TikTok está fora de questão, certo? Nem tanto. Se os seus filhos estiverem fazendo login nos aplicativos por meio de qualquer um dos dispositivos listados acima, é provável que saibam que não devem fazer publicações abertas (públicas). Eles usaram os recursos de mensagens privadas do X (ex-Twitter), Instagram e TikTok (acessadas por meio de outros dispositivos) como uma maneira alternativa de enviar mensagens de texto e se comunicar sem sentir a perda do smartphone pessoal.

Abordagens alternativas de disciplina com seu filho adolescente

Então, qual é a alternativa para que a tecnologia que seu filho usa não seja um problema? Se você conhece as brechas listadas acima, a restrição tecnológica ainda é uma opção (mesmo que seu filho fique claramente irritado com seus bloqueios). Se o seu filho tem mais de 16 anos e adora a liberdade de dirigir, por exemplo, essa restrição é sempre uma excelente opção.

Os especialistas concordam: a união de regras básicas sólidas e comunicação igualmente forte são a melhor disciplina. Se as regras da família forem vagas ou forem mencionadas somente quando seu filho fizer algo errado (ou seja, notas, responsabilidades ou comportamento), ele terá dificuldade em seguir o caminho certo. Procure oportunidades de capacitação para que seu filho assuma a responsabilidade por seus erros.

Capacitação da responsabilidade

Na verdade, a única maneira de garantir um comportamento adequado, tanto online quanto offline, é ensinar seus filhos sobre responsabilidade pessoal. Esse é o principal aspecto da educação que prepara seu filho para o sucesso no mundo real. A capacidade de autocontrole, especialmente quando se trata de atividades online, é uma habilidade de vida inestimável que eles levarão consigo na vida adulta. A melhor maneira de ensinar a responsabilidade é servir de modelo. Mostre a eles, por meio de suas ações e decisões, que você é digno do respeito deles, e eles seguirão o exemplo.

Você precisa ensinar aos adolescentes como se comportar online de forma responsável, como proteger sua privacidade, evitar fraudes e como lidar com o cyberbullying. Eles precisam entender as consequências do comportamento inadequado online. Uma boa maneira de ensiná-los sobre ética no mundo digital é ter discussões corriqueiras sobre esses assuntos. Crie um ambiente aberto onde seus filhos se sintam à vontade para compartilhar suas experiências e preocupações. Em seguida, oriente-os sobre como reagir adequadamente a essas situações.

A importância da comunicação com seu filho adolescente

A comunicação é a pedra angular de um relacionamento saudável entre pais e filhos. Como pai, é importante que você crie uma atmosfera de confiança, abertura e respeito. Discussões frequentes sobre etiqueta digital adequada e comportamento responsável na Internet são fundamentais. Reserve um tempo para discutir o que seu filho adolescente está fazendo online, com quem ele está se comunicando e que tipo de conteúdo está compartilhando. Seja aberto quanto às suas expectativas e por que elas estão em vigor. Se seus filhos entenderem por que as regras existem, estarão mais propensos a segui-las.

A comunicação consistente também permite que você acompanhe as rápidas mudanças no cenário digital que os adolescentes navegam diariamente. Mantendo um diálogo aberto, você estará mais sintonizado com os aplicativos, jogos e plataformas das redes sociais mais recentes que seu filho adolescente está usando. Dessa forma, você pode se manter informado sobre os avances que podem afetar a segurança online de seus filhos.

O poder da confiança

A confiança é uma relação de mão dupla. Embora seja importante que seu filho confie em você como pai, é igualmente importante que você demonstre confiança nele. Isso significa dar aos seus filhos algum nível de liberdade e privacidade online e, ao mesmo tempo, deixar claro que você espera que ajam com responsabilidade. Confiar em seus filhos adolescentes para que tomem boas decisões online demonstra respeito por eles, o que os incentiva a validar sua confiança.

Entretanto, confiança não significa fé cega. Trata-se de estabelecer limites e expectativas e, em seguida, permitir que seu filho prove que pode permanecer dentro desses limites. Quando a confiança é quebrada, é importante discutir por que isso aconteceu, as consequências e como ela pode ser reconstruída. O desenvolvimento da confiança é um processo que exige tempo e perseverança.

Considerações finais

Administrar a vida digital de seu filho adolescente pode ser um desafio, mas com comunicação aberta, respeito, confiança e um grande foco na responsabilidade pessoal, vocês podem navegar juntos nesse mundo digital. Em última análise, o objetivo não é controlar todas as interações online das suas crianças. Em vez disso, é preciso equipá-los com o conhecimento, as habilidades e os valores necessários para navegar com segurança e responsabilidade num cenário digital cada vez mais complexo. Remover o celular de um adolescente pode parecer uma solução fácil, mas é muito mais eficaz orientá-lo para uma cidadania digital responsável.

Tome a iniciativa de proteger a jornada digital de seu filho adolescente hoje mesmo e ajude-o a prosperar na era tencológica, ao mesmo tempo em que oferece a você mesmo o controle e a confiança de que precisa como pai. Explore o controle dos pais da McAfee agora e crie um ambiente digital seguro e estimulante para os seus filhos adolescentes.

Apresentando o McAfee+

Proteção de identidade e privacidade para sua vida digital

FacebookLinkedInTwitterEmailCopy Link

Mantenha-se atualizado

Siga-nos para se manter atualizado sobre a McAfee e ficar por dentro das mais recentes ameaças à segurança móvel e do consumidor.

FacebookTwitterInstagramLinkedINYouTubeRSS

Mais de Segurança familiar

Back to top