Os perigos da inteligência artificial

Ao longo das últimas décadas, Hollywood retratou a inteligência artificial (IA) de várias maneiras perturbadoras. Em seus cenários futuristas, a IA começa a pensar por si mesma, supera os humanos e derruba a sociedade. Nesse mundo sombrio, todos devem enfrentar uma sucessão de tempestades – metafórica e meteorologicamente. Com efeito, há sempre um clima tão tenebroso nesses filmes, com uma chuva constante… 

A IA está presente na manufatura, no transporte e em outras indústrias há vários anos. Mas o surgimento de uma IA ​​mais convencional na vida cotidiana está gerando debates sobre seu uso. Ferramentas de geração de conteúdo, arte, vídeo e voz podem fazê-lo escrever como Shakespeare, se parecer com o Tom Cruise ou criar obras-primas digitais no estilo de Van Gogh. Embora pareça divertido no começo, um excesso de confiança ou uso indevido da IA ​​pode rapidamente transformar atalhos em atos irresponsáveis ​​e brincadeiras em personificações maliciosas. É imperativo que todos interajam de forma responsável com as principais ferramentas de IA como ChatGPT, Bard, Craiyon e Voice.ai para evitar os seguintes três perigos reais da IA ​​que você provavelmente encontrará no caminho. 

1. Alucinações da IA

​​O legal da IA ​​é que ela chegou a ponto de pensar por si mesma. Está constantemente aprendendo e formando novos padrões. Quanto mais perguntas você fizer, mais dados ela coleta e mais “inteligente” fica. No entanto, quando você faz uma pergunta ao ChatGPT para a qual a ferramenta não tem uma resposta, ele não admite não sabê-la. Em vez disso, inventará uma resposta como uma criança mimada. Esse fenômeno é conhecido como alucinação da IA. Um excelente exemplo de alucinação da IA ocorreu em um tribunal de Nova York. Um advogado apresentou um longo depoimento em que citava vários casos legais para apoiar seu argumento. Acontece que o advogado usou o ChatGPT para escrever todo o depoimento e não verificou o trabalho da IA. O ChatGPT fabricou suas citações de apoio, nenhuma das quais era real.1 

As alucinações de IA podem se tornar uma ameaça para a sociedade, já que teriam a capacidade de preencher a Internet com informações falsas. Pesquisadores e escritores têm o dever de verificar minuciosamente qualquer trabalho que terceirizam para ferramentas de geração de texto como o ChatGPT. Quando uma fonte online confiável publica conteúdo e o afirma como a verdade imparcial, os leitores devem poder confiar que o editor não os está enganando. 

2. Deepfake, arte gerada por IA e fake news

Todos sabemos que não se pode confiar em tudo o que se lê na Internet. O deepfake e a arte gerada por IA intensificam essa desconfiança. Agora, você não pode confiar em tudo o que na Internet.  Deepfake é a manipulação digital de uma foto ou vídeo para retratar um evento que nunca aconteceu ou retratar uma pessoa fazendo ou dizendo algo que nunca fez ou disse. A arte gerada por IA cria novas imagens usando uma compilação de trabalhos publicados na Internet para atender a um comando específico. 

O deepfake e a arte gerada por IA tornam-se um perigo para o público quando usados para complementar notícias falsas. Indivíduos e organizações que defendem veementemente seu ponto de vista podem deixar a integridade de lado para ganhar novos seguidores para sua causa. As fake news (notícias falsas) costumam ser incendiárias e, em casos extremos, podem causar agitação. 

Antes de compartilhar um artigo de “notícias” com seus seguidores nas redes sociais ou divulgá-lo para outras pessoas, faça uma pesquisa adicional para garantir sua veracidade. Igualmente, examine o vídeo ou a imagem que acompanha a história. Um deepfake se revela quando expressões faciais ou gestos com as mãos não parecem muito naturais. Além disso, o rosto pode distorcer se as mãos se aproximarem muito dele. Para identificar a arte gerada por inteligência artificial, pense cuidadosamente sobre o contexto. É muito fantástico ou terrível para ser verdade? Verifique as sombras, os tons e a configuração do plano de fundo em busca de anomalias. 

3. Golpes de voz de IA

Um uso perigoso da inteligência artificial está surgindo em golpes de voz de IA. Há décadas os phishers tentam obter os detalhes pessoais dos indivíduos para conseguir ganhos financeiros por telefone. Mas agora, com a ajuda de ferramentas de voz de IA, seus golpes estão entrando em uma nova dimensão de credibilidade. Com apenas três segundos de áudio genuíno, os geradores de voz de IA podem imitar a voz de alguém com até 95% de precisão.

Embora os geradores de voz de IA possam adicionar um pouco de humor a um vídeo deepfake de comédia, os criminosos estão usando a tecnologia para assustar seriamente as pessoas e enganá-las ao mesmo tempo. O criminoso se passará por alguém usando sua voz e ligará para o ente querido da pessoa real, dizendo que foi roubado ou sofreu um acidente. O relatório “cuidado com o impostor artificial” (Beware the Artificial Imposter) da McAfee descobriu que 77% das pessoas visadas por um golpe de voz de IA perderam dinheiro como resultado. Sete por cento das pessoas perderam de US$ 5.000 a US$ 15.000. 

Use a IA com responsabilidade  

O código de conduta do Google revela: “Não seja malvado”.2 Como a IA depende de informações de humanos, temos o poder de torná-la tão benevolente ou malévola quanto nós mesmos. Há uma certa dose de confiança envolvida nos engenheiros que detêm o futuro da tecnologia – e, se acreditarmos em Hollywood, o destino da humanidade – em suas mãos hábeis e mentes brilhantes.

O programa “60 Minutes” comparou a influência da IA ​​na sociedade colocando-a no mesmo nível do fogo, da agricultura e da eletricidade.3 Como a IA nunca precisa fazer uma pausa, ela pode aprender e ensinar coisas novas a si mesma a cada segundo de cada dia. Está avançando rapidamente e algumas das artes visuais e escritas que cria podem resultar em expressões tocantes da humanidade.

Porém a IA não entende bem a emoção que retrata. Ela simplesmente participa de um jogo de seguir padrões. A IA – especialmente seu uso em atividades criativas – está diminuindo o brilho da humanidade? Isso está por ser visto.  Quando usada com responsabilidade e moderação na vida diária, pode nos ajudar a ser mais eficientes e nos inspirar a pensar de novas maneiras. Fique atento aos perigos da IA ​​e use essa incrível tecnologia para exercer o bem. 

  1. The New York Times, “Veja o que acontece quando seu advogado usa o ChatGPT 
  2. Alphabet, “Código de conduta do Google 
  3. 60 Minutes, “Revolução da inteligência artificial 
Apresentando o McAfee+

Proteção de identidade e privacidade para sua vida digital

FacebookLinkedInTwitterEmailCopy Link

Mantenha-se atualizado

Siga-nos para se manter atualizado sobre a McAfee e ficar por dentro das mais recentes ameaças à segurança móvel e do consumidor.

FacebookTwitterInstagramLinkedINYouTubeRSS

Mais de Privacidade e Proteção de identidade

Back to top